Zen

O que poderei dizer no exato momento em que finalmente saberei tudo? Os inteligentes julgam os loucos, loucos, e, os loucos pensam que os inteligentes são os tiranos que os aprisionam. Ser louco é ter inteligência suficiente pra saber que ser inteligente é burrice. Como sempre deve suceder, abençoados os que nada sabem porque deles será o mundo sem véus.

Queria experimentar o sabor de uma vela aromática de baunilha. Queria que esse sabor fosse a minha paixão se espalhando pelo ambiente. Pois eu sou: chama; sou a chama que vive. Brilho que ilumina e deseja dar o melhor de si, o melhor de seu aroma, o melhor do seu sabor, o melhor de sua essência, enfim.

Sê como a luz, mas nunca esqueça de você quando ela não está em ti. Muito tempo atrás uma estrela surgiu. Ainda vemos sua luz, em pesar por um lado ela não existir mais, sua luz ainda chega até nós e segue adiante, por outro.

Penso no sorriso daqueles que se foram e ainda emitem suas luzes em mim.

Anúncios

Um comentário em “Zen

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s