Eu sou rio

Eu sou o que sou e pronto. Eu sou o que sorrio. Sou o que só ri. Sou o que sou e pronto. Atestado isso em mim, também constato que posso ser outros, mas que também os outros só podem ser os outros. Então, eles mesmos sendo eles mesmos, só poderão ao longo de suas estranhas vidas serem estranhos e alheios para minha maneira de ser, que muda sempre, e reciprocamente assim se dá tão módico fato.

Presto atenção nas árvores, nas montanhas, em como nosso pensamento esbarra em querer pintar telas com a tinta que carregamos dentro de nós em determinado momento de nossas vidas. Que sou eu se não eu mesmo? Tantas pessoas passam e o sol é ainda o mesmo. Ainda não inventaram outros sois.

Quero sorrir, mas o que sou não permite. Aquela frase de felicidade quero que lha deis a quem merece. A paz, a poesia, desejo que as rasgue e comece a guerra: para com tudo isso faça uma bola de papel e jogue no lixo. A guerra é presente e a paz não é reciclável. A poesia corre no meu sangue, pois a vida é sempre da cor de arrebóis.

Eu sorrio
sou rio
só rio

com você quero
rir do que sou
teu riso espero

sou o rio
mas em você navego
eres meu porto

seguro cais
caminho puro
de imensa paz.

Anúncios

Nas ondas da amizade

Num blogue antigo me lembrei que tentei fazer um poema. Era pra ser um poema que falasse muito mais das coisas melancólicas e tristes e daí por diante, mas por algum motivo saiu assim.
Também não sei a razão que me fez dar esse título ao poema. A parte mais triste dele talvez seja o próprio título. Enfim, saiu e até que gostei do resultado final, mas fico sempre com aquela sensação de que ainda falta algo.
Gostei principalmente do final dele. Me faz pensar no quanto de vazio é dito hoje em dia pra que se consiga algo. Seja um elogio, um comprimento pra alguém na rua, ou até mesmo uma cantada o fato é que parece não haver conteúdo verdadeiro de afeto nas comunicações entre as pessoas.
Lágrimas são tão mais cheias de verdade, aquela verdade que só aquele que sofre sabe, do que aquele sorriso de quem pensa ser feliz. No mundo em que vivemos a felicidade e a tristeza fazem parte de que uma só pode existir conforme saibamos da existência da outra e que saibamos aproveitar com sabedoria a paz e o nosso inferno cotidiano.
Assim, como um rio sói levar as águas pra longe a vida nos leva as lágrimas pra trazer-nos risos, sorrisos e amigos que, antes de ficarem parados admirando o que não pode ser mudado, nos auxiliam a nos tornarmos melhores na graça e na desgraça. Amigos que só o tempo sabe fazer unir como águas de rios que se encontram com o mar e jungem tudo o que encontrou no seu caminho pra oferecer de volta pro mundo  tudo o que aprendeu até ali através de outras correntezas como as do oceano: nunca tão fortes como as da amizade, porém …
Depressão
Amanhecer
tudo começa
no amanhecer
o acontecer
acontece
e começa
fazer
a vida acontecer
tecer
fazendo da vida
aquilo
de que ela é tecida
de texturas
iluminuras
da natureza
de natureza desconhecida
intuída
mesmo que o orvalho
das plantas no amanhecer
não clareiem nosso ser
como borrões em nosso itinerário
diante de tanta pintura
a cor escura
da dor
que só quem sente pode ver
que sempre há um amanhecer
do outro lado da dor
uma cor
começa amanhecer
pois é preciso anoitecer
para sarar a dor
mudar de tom
e ver
que a intenção da cor
é registrar na flor
ainda em botão
a mensagem lançada
na escuridão
que a vida
é eterno amanhecer,
pois até na penumbra há cor
e a vida é eterno florescer
e a quietude sem luz
o momento de adormecer
para a dor esvaecer
e transformar
a cor
para que se possa ver
a dor
indo noutra direção
como sim em não
transformados
todas as dores
em imenso
ramo de cores
intenso e perfumado
das profundezas das emoções
de que somos criadores
das profundas criações
dando cor aos corações
ampliando amores
tons
de corações que batem
multicolores
no coração
os sons vem das cores,
pois a coloração
daquilo tudo
que podemos sentir
está no coração
e doer é existir,
mas a vida, essa sim,
é eterno florir
a tristeza é profunda
sentimento necessário para a alegria
a depressão é apenas uma palavra
e enfeita paginas vazias
mas a vida
essa sim
ainda que no papel
sempre estará por ser escrita.

Fé no amor

Minha vida
meu amor
meu calor da tarde

o mundo em seu coração
e o meu no seu
é minha atenção

nem posso te ouvir
mas sabemos que somos iguais
quando batem os nossos corações

o homem e um cão
não sabem conversar
se não for em vão

o vão da razão ao cair da tarde
cada um, cão e homem, procuram
a cara metade

para unir manhã e tarde
homem e mulher de corações unidos na noite
e ficarem juntos ao cair da tarde

beira do mar
meu coração de amor arde
porque o dela como um mar o meu invade

e a noite ela desaparece
mas nem tudo é ilusão
se sinto
posso fazer uma canção
cantar o amor é a minha prececlark-adams-473378

Impressões da meia-noite

Olha que lindo o silêncio ao luar!
São devaneios celestes.
Sente essa brisa, mas não se esqueça do silêncio encantador das tardes noturnas. Tudo está quieto e ao caminharmos pelas ruas perceberemos que as casas guardam segredos.
A noite é encantadoramente silenciosa como se até dentro de nós estivesse tudo o que é de seu feitio. Luas, estrelas, trevas e umbrais sinistros onde pessoas perambulam normalmente em seus próprios anseios e misérias nesse mundo de irreal ilusões fornecidas pelo momento acordado de nossas vidas.
Poucas vezes é dia tanto do lado de dentro quanto do lado de fora
de uma construção invisível chamada “nós”.
No entanto, é possível ver uma pequena nesga de luz
como um clarão sorridente de sol
amanhecendo num sorriso
de quem descobriu
pela primeira vez
ao acordar
com os primeiros raios do sol
que sorrir
é manter-se
constantemente
ensolarado como o dia
dos primeiros raios de vida das nossas vidas.
Esse dia
sempre dia, apesar da noite
ser bem no meio da gente
ainda
misteriosos
sorrisos de enigmas enluarados, mas as manhãs sempre acobertam esses mistérios.

Você é a única

O que a vida me tem mostrado
um caminho rico que não se sabe
o final

A noite chega e eu não pensei
que esperaria você
porque agora
também vossa é a minha vida

você é a única esperança
em minha vida
em todos os caminhos
que caminhei
a tarde
lá você estava

você é única esperança
na minha vida
você é a única
meu único caminho

A noite chega e já é tempo
de estar conosco
a paz que desejo
sempre

porque agora eu posso conseguir
e conquistar o que sempre quis em minha vida
e você é minha única esperança

a forma perfeita de caminhar
e aqui está
solitário
meu coração
e a minha vida
é você
minha única esperança

meu único caminho
meu primeiro
e único amor
meu destino
verdadeiro
minha bem-aventurança

você é o único caminho que meu coração quer seguir.

Amanhecendo

Uma vez me lembro de ter acordado e a manhã ainda estava a nascer.

Me ergui como um sol e o dia seguiu firme.

Era só mais um começo de dia de vida, enfim.

Era uma manhã amanhecendo. A manhã sendo eu e eu amanhecendo na vida que amanhecia e ainda amanhece e assim, como novidade permanece claro.

A manhã é sempre dia e eu sempre manhã e amanhã; a manhã e eu somos o presente e o futuro de nós mesmos.

A manhã é agora, amanhã, outra manhã e até no passado há manhã que acontece enquanto a gente cresce e a lembrança esvai enquanto nova manhã vem. As alvoradas nunca perecem.

A vida é poesia, alvorada das páginas, do pensamento é o dia. As noites são ideais para idéias. Iluminadas pela minha língua elas são a capa do livro escrito de dia.

Onde dia e noite estariam unidos?

Acordar esse mistério é o maior de todos os enigmas.

Eu pra você

Eu penso em dizer pra você
o que é tenso dizer por dizer
eu tenso, digo e você
nada a dizer;

nada digo e nossas mãos dizem;
falamos e nosso olhar
em dueto prum lado e pro outro
como num minueto;

eu pra você nada disse
como nada direi,
mas nunca poderemos dizer
“eu te amei” um pro outro,

porque sentir ainda é a melhor forma de dizer o amor.