Ser é estar

Então é mais uma sexta-feira e tudo vai bem. Experimentar conviver e não só viver é algo difícil nos dias de hoje. Seja como for, a vida é bela, nossos colegas de trabalho são umas figuras e o que importa é estarmos onde queremos, sempre, pois sorte maior não há do que seguirmos o caminho ditado pelo nosso coração.

31925011_1766522280057552_7069973411434332160_n

Anúncios

No começo era o choro …

Cuidar é uma coisa difícil. Parece difícil porque para aqueles que desejaram ser papais ou mamães a impressão que dá é que tudo parece difícil. Isso pode acontecer por causa da ideia enraizada de que adultos sabem tudo, mas não é bem assim que as coisas se dão na vida.

Por mais adultos e amadurecidos que as pessoas possam ser ou se tornarem, a vida mostra que sempre temos algo a aprender com o outro, porque o outro, e só ele, possui os meios de poder proporcionar a nós determinado aprendizado específico.

AmamentandoSabrina-OK2

Cuidar de crianças seja ela um filho biológico, ou não, é uma experiência única e faz com que o adulto com o passar do tempo só possa aprender a cuidar de um filho tendo um. Ter um filho pode ser um caminho que nos leva a entendermos que as crianças nos ensinam que coisinhas pequeninas têm vida própria e muita vez não podemos entender os sentidos de suas linguagens, eles, porém, conforme crescem também percebem que o mundo não é um conto de fraudas, digo, fadas.

QuartoNoite

Como todos sabem que cuidar de crianças é um trabalho manual, artesanal e sempre é preciso muita sensibilidade nas mãos dos artistas que precisam cuidar da casa ou sair para prover o melhor material para o desenvolvimento de seus futuros artistas, que nem sabem o que é arte e já fazem com maestria a arte digna do mais louco e bagunçado ateliê.

GarotaSaia-Cinza

Então os pais percebem que os seus filhos possuem fases, não como as da lua, mas talvez como a das flores. Crianças já nascem florindo o mundo e, enraizadas no seio familiar, um dia alguém achará uma de nossas flores e irá querer arrancá-la de nós. Um dia os pais precisam saber deixar seus filhos irem, pois ser pai é saber que nossos filhos são para o mundo e não somente nossos. Eles criarão asas como flores aladas e semearão outros caminhos e seguirão um dia suas próprias vidas.

Falei acima das fases, a adolescência, por exemplo, o que fazer com ela? Talvez seja numa dessas fases que os pais se sintam padecendo no paraíso, apesar de saber que o cardápio para padecimento de pais é enorme e ninguém iria ou irá querer estar na pele deste ou daquele pai ou mãe. Cada um recebe da vida aquilo que ela dá. Não se deve pensar nos filhos como castigos, mas como aquilo que foi possível ter. O mesmo se dá do ponto de vista de quem é filho.

Personal-Cactus

Para um jovem as vezes as coisas, o mundo, as regras não parecem fazer sentido e justamente por volta dessa época os hormônios atacam impiedosamente. É um dos momentos da vida que mais carecem de atenção. Jovens assim parecem funcionar como pequenas tempestades ambulantes num dia ensolarado. A conversa, sempre ela, deve ser usada como fonte paciente e refrescante num mundo cheio de incertezas e solidões. Nem tudo no mundo de hoje é solidão, porquanto ela pode inclusive ser percebida nas mais tumultuadas multidões. A solidão pode ser um momento de diálogo interior onde devemos fazer com que nos sintamos parte da natureza como plantas com raízes numa comunidade cultural.

Devemos nos lembrar de quem nem tudo possui seu lado ruim. Veja por exemplo os remédios amargos, tão eficientes quanto mais amargo é o seu sabor. Solidão não é ruim. É a vida solicitando a alma do jovem a refletir antes de errar. Sempre é possível aprendermos com o pensamento e não com a prática, pois pessoas não são experimentos científicos e operam num outro campo de gravidade diferente do de Galileu Galilei.

PersonalGarotaCogumelo

Enfim, o relógio do mundo na verdade nem existe. Se existe, num certo momento todos percebem que se lê histórias para colocar os filhos para dormir e, depois percebem que eles não dormem mais porque querem continuar acordados lendo.

 SabrinaEras-Work-035

Esse nosso mundo é mesmo uma fábula, não é mesmo?

As ilustrações são de Sabrina Eras, ilustradora do interior de São Paulo.