Alienígenas do pensamento

Será que estamos sozinhos no universo? Ninguém sabe a resposta. Será que quando nos sentimos solitários estamos realmente sozinhos nesse planeta chamado Terra, que tem bilhões de habitantes? Ninguém sabe a resposta. Mas para responder a segunda questão o problema da humanidade seria causado por fatores que se formam um circulo vicioso.

Se não há investimento em educação as pessoas não progridem, as famílias se desintegram, a criminalidade aumenta, ninguém acredita mais na política, ninguém possui fé nem em si mesmo e tudo no mundo é ou está sempre em vias de uma inevitável decadência sem fim.

A vida inteligente é aquela que se importa com seus semelhantes. Se não conseguimos condições de sustentabilidade para nossa própria civilização e em nosso próprio planeta então para quê buscar vida em outros lugares do universo?

Será que sabermos que outras humanidades existem em lugares distantes do universo nos tornaria melhores? Não sei. A resposta como sempre parece estar dentro de nós, espelhos de tudo que vemos e ainda não entendemos. As distancias que devemos transpor e alcançar é aquela que faz parte de uma estrada chamada paz.

Enfim, mudando de assunto, ontem vi algo que parecia tão improvável quanto encontrar Deus numa esquina movimentada da Avenida Paulista. Assisti um vídeo superlegalzão com a Mari Moom e o Giorgio Tsoukalos, do Alienígenas do Passado. É interessante estudar civilizações antigas e fazer suposições, afinal pensar nunca é demais, não é? Ou não?

Anúncios